PJ investiga caso de Jovem considerado escravo no trabalho

sexta 16 abril 28622 ações

PJ investiga caso de Jovem considerado escravo no trabalho

Esta madrugada a Polícia Judiciária interrogou um jovem francês que trabalhava arduamente para sustentar o seu Polo. O jovem trabalhava cerca de 20 horas por dia e recebia metade do ordenado mínimo enquanto o patrão jantava em marisqueiras. Revoltado com a situação, o emigrante defendeu-se: "anda aqui um gajo a trabalhar de sábado a sábado e nem um jantar consigo pagar aos amigos"

recomendado