Ninhos de vespas asiáticas já mataram sete pessoas em Salreu

sexta 27 novembro 43470 ações

Ninhos de vespas asiáticas já mataram sete pessoas em Salreu

A Quercus e a Associação Amigos do Cáster alertaram hoje a população de Salreu para o problema da vespa asiática, na sequência da destruição de um ninho na segunda-feira naquela localidade do distrito de Aveiro.

Em comunicado, a associação ambientalista adiantou que foi descoberto recentemente por populares um ninho de vespa asiática em Salreu, no alto de um cedro numa casa devoluta localizada junto ao café da zona, tendo sido destruído pela autarquia na segunda-feira.

Nesse sentido, a Quercus pede à população que em caso de deteção ou suspeita de ninho ou exemplares de vespa asiática, deverá denunciar a sua existência através da página da internet www.sosvespa.pt, para a linha SOS AMBIENTE, para a Câmara Municipal de Estarreja ou para a Junta de Freguesia mais próxima do local.

A associação indicou também que já foram declarados sete óbitos provocados por esta espécie na Vila de Salreu.

"Consideramos importante a vigilância da população para este problema dadas as possíveis consequências na segurança pública e certas as repercussões no ambiente, na produção de mel e na produção agrícola", é realçado.

Segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a introdução da vespa asiática involuntária na Europa ocorreu em 2004 no território francês, tendo a sua presença sido confirmada em Espanha em 2010, em Portugal e Bélgica em 2011 e em Itália em finais de 2012.

"A infestação tem progredido a grande velocidade de norte para sul de Portugal. Inicialmente só ocorriam colónias no norte de Portugal, nomeadamente no Minho, atualmente já ocorrem com muita frequência na região de Aveiro", de acordo com o ICNF.


recomendado