Jovem que inventou notícias falsas processado

domingo 25 outubro 18389 ações

Jovem que inventou notícias falsas processado

Rafael Moreira (ou Bispo do Porto, para os amigos) foi processado por difamação e atentado à pudez pública. As vítimas das "brincadeiras" foram os autores das queixas. Consideram-se prejudicadas por tais notícias e pedem um castigo severo ao prevaricador. Apesar de não pedirem qualquer indemnização monetária, exigem que o arguido seja amarrado a uma cruz (ao estilo de Jesus Cristo), apenas com uma coroa de espinhos na cabeça, uma cueca de fio dental e um terço ao pescoço, e que esteja sujeito a violentas chicotadas. Uma das vítimas, inclusive, já terá comprado todo o material necessário numa Sex Shop em Grijó. Caberá agora, ao juiz do Supremo Tribunal do Porto, decidir se o castigo proposto será, ou não, realizado.


recomendado