Raposa infectada com raiva atacada por cães de caça em Avanca

quinta 29 julho 2059 88237 ações

Raposa infectada com raiva atacada por cães de caça em Avanca

No passado dia 23 de Dezembro, uma raposa foi apanhada e morta por uma matilha de cães de caça em São Vicente de Pereira, Avanca.

O proprietário da matilha, ao se ter apercebido de o animal apresentar um comportamento anormal durante o ataque, chamou as autoridades competentes, tendo-se deslocado um dispositivo com oficiais do SEPNA ao local que recolheram o cadáver e o encaminharam para as instalações do LNIV em Lisboa que emitiram o relatório com o resultado das análises ontem, dia 7, descrevendo o animal como portador de raiva.

A Dra. Maria Emília Francisca disse, em conversa com o nosso jornal, que este resultado era "preocupante, uma vez que a doença se encontrava presumivelmente erradicada do país". O PAN já apontou o dedo aos anteriores governos PSD, acusando-os de "estarem focados em cortar despesas, em vez de protegerem os animais e as pessoas desta terrível doença".

Lembramos que a raiva é uma zoonose, doença que pode passar dos animais para as pessoas, sem cura e que provoca excesso de salivação e reação exagerada a estímulos exteriores, levando a actos de agressividade.

Em conversa com a equipa CM, o proprietário da matilha, Albino Carrasqueira, disse não estar muito surpreendido, uma vez que o animal, quando se viu encurralado, levantou-se, gritou "venham cá filhos da Poodle!" e começou a "despejar patadas na boca" dos seus cães, até a pincher "Flor do demónio" ter atacado o animal por trás e o derrubado, permitindo que a restante matilha, três podengos, um persa, dois perdigueiros e uma marinhoa, matasse o animal.

loading Biewty
loading Biewty 3