A solidariedade para com as vitimas dos incêndios chegou aos deputados do PCP e BE

sábado 27 fevereiro 83200 ações

A solidariedade para com as vitimas dos incêndios chegou aos deputados do PCP e BE

Neste momentos de sofrimento é que vemos o altruísmo por parte da nossa classe politica.
Segundo o que a nossa redacção apurou, Jerónimo de Sousa, João Oliveira, Miguel Tiago, Jorge Machado e Rita Rato do PCP, vão doar durante 10 anos, 25 do salário mensal de deputados para ajudar as vitimas, acrescentando que só não doam mais porque 50 vai para o Partido. Os responsáveis do partido já fizeram saber que todas as transacções não facturadas da festa do Avante revertem para a conta da Associação de Apoio às Vitimas da Caixa Geral de Depósitos.
O Bloco de Esquerda não queria ficar atrás e Catarina Martins, Joana Mortágua, Mariana Mortágua e Pedro Filipe Soares já manifestaram o desejo de doarem 50 do salário mensal para estas e outras causas nobres durante o tempo em que permanecerem na assembleia da república. Em relação ao contributo das suas filhas (gémeas Mortágua), Mortágua pai (grande empresário e revolucionário Português) ficou desgastado com a atitude das filhas quando soube que disponibilizaram verbas do seu salário para ajudarem as vitimas, a quem ele apelidou de vitimas do capitalismo selvagem.
O PS através do seu secretário geral já afirmou que o seu partido só não colabora nas ajudas porque no momento passa por grandes dificuldades económicas, estando tecnicamente falido, mas ressalvou que vai tirar uma fatia do orçamento do Estado para 2018 para os devidos efeitos. Que recuperem rápido da bancarrota é o que todos desejamos.
Quanto ao gabinete do ambiente do PCP, a grande líder verde e eterna secretária geral ecologista, Heloísa Apolónia remeteu-se ao silêncio. Até ao fecho desta edição nem o partido ecologista que dirige, nem o seu colega José Luís Ferreira manifestaram qualquer tipo de solidariedade quer através de donativos, quer através de trabalho efectivo no campo a contribuir para um Portugal mais verde e sustentável. Numa próxima entrevista para este diário Heloísa Apolónia prometeu elucidar-nos para a importância do seu partido no panorama democrático Português. Aguardamos ansiosamente por essa entrevista.
Quanto à direita como sempre ainda ninguém manifestou interesse em ajudar.

recomendado