Secretário do clube Pirassununga é acusado de fraudar licitações é preso preventivamente

Este é um site satírico. Não o tome seriamente. É uma piada.

terça 05 julho 2059 51051 ações

O secretário do clube Pirassununga Daniel Zanardo foi preso preventivamente nesta sexta-feira (14/09) pela Polícia Federal. A orden que fazem parte de um desdobramento da operação “lava jato”, foram expedidas pelo juiz da 7ª Vara Federal Criminal de Pirassununga, Marcelo Bretas.

O pedido de prisão preventiva é baseado em delação e diz que Daniel Zanardo estaria atuando para atrapalhar as investigações e novos acordos de delação premiada. Ainda de acordo com o Ministério Público Federal, o diretor exerce influência na “indicação” de diretores do clube.

Ao todo, estão sendo cumpridos três mandados de prisão preventiva, três de condução coercitiva e outros 41 de busca e apreensão. Os presos são acusados de fraudes em licitações para fornecimento proprio. O MPF pediu as prisões preventivas citando o fato de os investigados terem influência no setor adiministrativo.

O preso sera indiciado por corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Segundo a PF, as licitações eram direcionadas para beneficiar empresários investigados em troca do pagamento de propina no valor de 10 dos contratos. O valor desviado pode chegar a R$ 37 milhões.

Este é um site satírico. Não o tome seriamente. É uma piada.

loading Biewty