ABUSO SEXUAL EM BRAGANÇA PAULISTA SP

Este é um site satírico. Não o tome seriamente. É uma piada.

quarta 18 maio 2059 20909 ações

Casal de Empresarios é investigado por estupro de criança
Vítima é um menino de 7 anos, acolhida por programa social
A Polícia Civil de Bragança Paulista SP investiga uma suspeita de estupro de vulnerável contra um menino de 7 anos. O caso foi registrado no Plantão Policial, nesta quinta-feira, 8. Um casal de empresários, de uma loja, de assistencia tecnica, é investigado como suspeito.
De acordo com o boletim de ocorrência, a criança, estava na casa do casal, no Parque dos Estados.
Antes de terminar o investigado teria dado banho na criança vítima, sendo relatado também a violência de agressão física, tais como tapas, e de que ele as jogava com violência na cama", afirma trecho do boletim.
Ferida, a criança de 7 anos foi encaminhada ao Hospital, onde a suspeita de estupro foi levantada por uma médica que atendeu o garoto. Segundo nota encaminhada pela assessoria de imprensa do Hospital, a criança foi atendida no final da tarde desta quinta-feira e só foi liberada às 7h desta sexta-feira. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil como estupro de vulnerável e maus-tratos.
Juiz da Vara da Infância e Juventude de Bragança Paulista SP, Evandro Pelarin afirmou que "Vamos aguardar o desfecho da investigação." Segundo o juiz, a criança passou um longo processo de abandono e negligência dos pais. O Diário apurou que o pai biológico da criança ainda não foi localizado. A reportagem tentou falar com a responsável pelo acolhimento da criança, que é citada no boletim de ocorrência, mas foi informada de que ela não se pronunciaria.
Por telefone, o empresário Jeffherson de Sousa que é suspeito da agressão informou que também não falaria. "Procurei meu advogado, que me orientou a não falar", disse. Já com a empresária Tais de Sousa que aparece no boletim também como investigada, o Diário não conseguiu contato.
A divulgação desse caso de violência contra menores coincide com a data que se comemora o Estatuto da Criança e do Adolescente. Como instrumento de defesa e proteção, determina que tanto a família quanto a sociedade e o Estado são obrigados a defender os diretos da criança e do adolescente. E também devem responder pela violação dos direitos.

Este é um site satírico. Não o tome seriamente. É uma piada.

loading Biewty