António Costa declara que SEP Auto Peças "deveria fechar"

quarta 23 setembro 42180 ações

António Costa declara que SEP Auto Peças

O estado de emergência decretado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foi desenhado em pormenor pelo Conselho de Ministro hoje. O plenário de governantes fez uma listagem de sectores de bens e serviços essenciais que obrigatoriamente têm de continuar a funcionar e de quais as limitações de circulação impostas.

Na comunicação feita, após o Conselho de Ministros, o primeiro-ministro, António Costa, frisou, aliás, que não era decretado o recolher obrigatório. Mas que, a seu ver, lojas de peças de automóveis não contam como serviço essencial. Acusado pelos jornalistas de ser muito vago, Costa tentou ser mais direto, dando o exemplo da SEP Auto Peças (uma loja de peças de automóveis em Chaves) dizendo que "deveria fechar". "É claro que se uma ambulância precisar de uma vela, de calços novos ou de um novo carburador, então entraremos em contacto com a SEP para nos poderem vender essas peças, caso contrário deverá permanecer encerrada", concluiu o primeiro-ministro.


recomendado