Redução de custos no Dakar 2018

quarta 04 agosto 2059 40901 ações

Redução de custos no Dakar 2018

Numa entrevista dada à Auto Hebdo, Jean-Marc Finot, diretor da PSA Motorsport confirmou o que já se temia há algum tempo: A Peugeot Sport vai participar em 2018 no seu último Dakar. As alterações de regulamentos previstas para os rally-raids, que irão voltar a dar preponderância aos carros de tração total, vão novamente deixar os buggys de duas rodas motrizes afastados das lutas pelo triunfo na prova – que não vitórias em etapas – e desta forma a Peugeot Sport decidiu terminar com o seu programa depois do Dakar 2018, evento onde terá um novo 3008 DKR Maxi já estreado no Rali Rota da Seda.
Como se sabe a Peugeot aposta no ralicross e vão por isso incrementar a parceria com a Hansen Motorsport. Neste contexto, também o regresso ao endurance fica adiado (pelo menos) ainda que neste caso tenha tido um grande papel o facto da ACO e da FIA não terem trabalhado num regulamento que cortasse muito os custos, sendo que na actualidade, para o último Dakar previsto pela equipa que se vai realizar em 2018, um piloto irá gastar em média 1.2 milhões de Euros.
Tendo em conta a política da marca que é liderada pelo português, Carlos Tavares, é a eletrificação da sua gama, o facto do WRX se preparar para passar a ter carros elétricos em 2020, ajudou muito à tomada da decisão. No meio disto tudo é praticamente certo que Sébastien Loeb vá fazer alguma prova do WRC com a Citroën Racing.

loading Biewty
loading Biewty 3