Tubarões-azuis às portas de Lisboa

sexta 05 março 71531 ações

Tubarões-azuis às portas de Lisboa

A costa portuguesa é um infantário para os tubarões-azuis e o canhão de Lisboa uma importante estação de serviço para estes grandes migradores dos oceanos.
A proximidade do maior rio da Península Ibérica, o Tejo, é um forte argumento para a rica biodiversidade do canhão de Lisboa. Duas vezes por dia, a cada maré, gigantescas massas de água entram e saem do estuário. As muitas horas de luz por ano fazem desta região uma das zonas de maior produtividade do litoral português.
Dois pequenos triângulos rasgam a superfície e deixam um rasto de água serpenteada para trás. Um dorso azul eléctrico, a escassos centímetros da superfície, revela o primeiro vagabundo oceânico da manhã – é um tubarão-azul.
mais dois tubarões perseguem o engodo. Entro na água e a poucos centímetros da objectiva desliza o peixe mais pequeno do dia, um tubarão que não atinge um metro de comprimento. É uma fêmea juvenil, sem parasitas, cicatrizes ou deformações.

recomendado